Resultado de Aprovação em Bolsa de Estudo

Confira aqui como e onde consultar o resultado do Sisu 2019,
bem como outras informações, referentes a inscrições, matrícula, cotas
cronograma.
O Sisu – Sistema de
Seleção Unificada foi criado pelo MEC – Ministério da Educação e sua primeira
edição foi realizada em 2010.  Seu papel
é selecionar estudantes para ingresso nas instituições públicas de ensino
superior participantes do sistema. Atualmente a maior parte das vagas em
Universidades e Institutos Públicos, Federais e Estaduais, é oferecida através
do Sisu.
Podem concorrer às vagas do Sisu 2019 somente os candidatos
que tenham participado do Exame Nacional do Ensino Médio – Enem 2018, que será
realizado no mês de outubro em todo o país. Além de participar do exame é
necessário obter nota superior a zero na redação do exame.
São realizados anualmente dois processos de seleção do Sisu,
sendo um no primeiro e outro no segundo semestre. Ambas as seleções no ano de 2019
utilizarão os desempenhos obtidos pelos candidatos no Enem 2018.
A primeira seleção acontece em janeiro, para ingresso no
primeiro semestre letivo das instituições participantes. As inscrições do Sisu 2019
serão efetuadas exclusivamente pela internet, em seu site oficial, no endereço,
logo após a divulgação dos resultados do Enem 2018.
Para efetuar inscrição o candidato deve informar número de
inscrição e senha cadastrados no exame. Em caso de perda destes dados será
possível recuperá-los facilmente através do site oficial do Enem/INEP (Veja como
se inscrever no Sisu 2019).

Como consultar o Resultado?

Após o término do período de inscrições que é divulgado e
disponibilizado aos estudantes o resultado do Sisu 2019,
em uma única chamada regular, pelo próprio site oficial.
Os estudantes pré-selecionados na primeira chamada terão que
observar o prazo estabelecido pelo cronograma para apresentação de documentos
exigidos e efetivação de matrícula nas instituições.
Quem não for chamado nesta chamada deverá se inscrever para
participar da Lista de Espera, também no site oficial.
A partir da segunda chamada as convocações serão realizadas
pelas próprias instituições participantes.
Para consultar o resultado do Sisu 2019 basta acompanhar o
site das instituições, que divulgam a lista dos aprovados, ou no site oficial
do Sisu, tendo em mãos número de inscrição e senha do Enem 2018.

Saiba quanto você precisa tirar no Enem para ganhar bolsa

O Programa Universidade para Todos – Prouni 2019 é um programa do Ministério da Educação que oferece bolsas de estudos gratuitos e parciais para estudantes que ainda não concluíram a graduação, em instituições privadas de ensino superior. O programa foi criado em 2005 ainda pode ser integrado com o Sisu – Sistema de Seleção Unificada – para aumentar as chances de o participante conseguir uma bolsa de estudo.

O Prouni 2019 é destinado para estudantes brasileiros que não possuem ainda um diploma de ensino superior, e que atenda um dos seguintes requisitos: ter concluído o ensino médio em uma escola pública;
Possuir alguma deficiência; ser professor da rede pública de ensino.

Na hora das inscrições Prouni é possível escolher qual vai ser o tipo de vagas que o participante deseja concorrer, sendo as opções: processo regular e o de ocupação das vagas remanescentes Prouni 2019. O processo seletivo funciona de duas maneiras, dependendo da opção que o participante escolheu no momento da inscrição, que são feitas exclusivamente através da web, no sistema do programa.

Acompanhe nos artigos abaixo tudo sobre o Programa Universidade para Todos e tire todas dúvidas de como funciona todo o processo para concorrer a uma vaga na universidade dos seus sonhos.

Inscrição Prouni

O programa ProUni nasceu em 2005, originado através da lei nº 11.096, com o objetivo de garantir bolsas integrais e parciais para estudantes que desejam ingressar em uma instituição privada de ensino superior. Um dos requisitos básicos para se inscrever no programa é ter realizado o Exame Nacional do Ensino Médio a partir de 2010, e ter obtido um resultado Prouni 2019 maior do que 450 na média geral e uma nota superior a 0 na redação.

Caso o participante de encaixe em uma das características descritas abaixo, ele poderá concorrer a bolsas parciais de 50% através do programa:

  • Ter concluído o Segundo Grau (ensino médio) em uma instituição pública de ensino;
  • Ter concluído os estudos participantes em escolas públicas e privadas;
  • Possuir alguma deficiência incapacitante;
  • Ser professor da rede pública de ensino.
  • Para concorrer às bolsas integrais, o participante deverá ter uma renda familiar mensal bruta de até 1 salário-mínimo e meio por pessoa e deverá informar logo no início das inscrições Prouni 2019. O programa é muito importante para quem deseja ingressar em uma universidade particular e não tem condições financeiras para financiar o sonho.

Um espaço com dicas de saúde, mercado profissional e educação em Brasília

Em 1931, a profissão de farmacêutico foi regulamentada no Brasil. Desde então, apenas aqueles que possuem diplomas em instituições de ensino oficialmente reconhecida pelo MEC podem exercer a profissão.

A configuração atual do campo de atuação do farmacêutico direciona a Faculdade LS à estruturação de um curso voltado para a formação do generalista, humanista, crítica e reflexiva, preparando-o para exercer a profissão em todos os níveis de atenção à saúde, com base no rigor científico e intelectual. Busca, assim, capacitá-lo ao exercício de atividades referentes aos fármacos e aos medicamentos, às análises clínicas e toxicológicas e ao controle de qualidade de alimentos (físico-químicos e microbiológicos).

O farmacêutico da Faculdade LS também estará apto a atuar em farmácia de manipulação, dispensação hospitalar e homeopática, bem como em indústrias de medicamentos, cosméticos, saneantes, fitoterápicos, atuando nas áreas de desenvolvimento, produção, registro, controle de qualidade (físico-químico e microbiológico), supervisão de desenvolvimento, administração e pesquisa e em indústria de alimentos na área de controle de qualidade.

Realize um curso na área de atuação que você deseja, e caso não haja condições de arcar com seus custos busque por programas educacionais que possam te ajudar nesse aspecto, como o Educa Mais Brasil, que fornece bolsas de estudos de até 70% em diferentes níveis de ensino.

Caso você não se enquadre nos requisitos desse programa, poderá participar também de outros, como o Quero Bolsa 2019, o qual fornece bolsas de até 75%. Você deverá escolher a melhor opção.

Ainda poderá atuar nas diversas áreas das análises clínicas (bioquímica, toxicológicas, parasitológicas, microbiológicas, hematológicas, perícias forenses, controle terapêutico e pesquisa).

As oportunidades na carreira da farmácia nos serviços governamentais em nível federal incluem cargos no serviço militar, no serviço de saúde pública e na Rede Brasileira de Laboratórios Analíticos em Saúde – REBLAS, na ANVISA seu maior empregador público, e em agências de serviço civil, como laboratórios de referência credenciados pelos Ministérios da Saúde e da Agricultura.

Nos níveis estaduais e municipais, desenvolvendo programas para aquisição, distribuição e utilização de medicamentos em vários departamentos ou agências de saúde e bem-estar social, agências de pesquisa e regulamentação e ainda, nos conselhos estaduais de farmácia.

O farmacêutico do futuro está centrado nas mais diversas áreas de atuação, como por exemplo, a atenção farmacêutica, responsável pela terapia de medicamentos, objetivando alcançar resultados clínicos que melhorem a qualidade de vida do paciente, atuando com outros profissionais para promover a saúde, prevenir as enfermidades e estabelecer, monitorar, iniciar e modificar o uso de medicamentos para garantir que os tratamentos sejam seguros e eficazes.

O Piso Salarial do farmacêutico atuante no Distrito Federal tem variação de acordo com a carga horária trabalhada. Profissionais que trabalham por 8 horas diárias/40 horas semanais possuem o salário de R$ 2.926,58.  Já os farmacêuticos que possuem carga horária diferenciada recebem: R$ 1.159,45 + 8,70 por hora trabalhada até o limite de 40 horas semanais.

Processo Seletivo para Curso Superior de Dança em Brasília

O Instituto Federal de Brasília (IFB) Campus Brasília abre na segunda-feira, 09 de outubro, as inscrições para o Processo Seletivo
para o Curso Superior de Graduação de Licenciatura em Dança. O curso ofertado é destinado aos candidatos que tenham concluído o Ensino Médio e ter participado do Exame Nacional do Ensino Médio dos anos de 2014 ou 2015 ou 2016.

A inscrição online será realizada pelo site eletrônico do IFB https://processoseletivo.ifb.edu.br/), a partir das 10h do dia 09 de outubro, até às 18h do dia 23 de outubro de 2017, fazendo o login utilizando CPF e senha, caso seja cadastrado. Se o candidato não estiver registrado, deverá efetuar o cadastro clicando em ‘Estou com problemas!’ E depois clicar em ‘Criar uma conta’.

Sabe-se que muitas pessoas não têm condições de realizar o pagamento de cursos, por isso, existe o programa Educa Mais Brasil que fornece bolsas de estudos de até 70% para você realizar o curso que tanto deseja.

Para participar basta realizar a inscrição Educa Mais Brasil 2019 no site oficial do programa e escolher o curso que deseja.

Ao efetuar a inscrição, o candidato deverá ficar atento ao Edital e se certificar de que preencheu todos os requisitos exigidos para a participação no processo seletivo. Em seguida o participante será solicitado a participar do Teste de Habilidades Específicas, entre os dias 09 a 23 de outubro de 2017.

A seleção para o curso será realizada por ampla concorrência e reserva de vagas para pessoas com deficiência e autodeclarados pretos, pardos ou indígenas. O período de matrículas para a 1° chamada, será realizado no dia 19 a 22 de dezembro. Para a efetivação da matrícula todos os candidatos deverão apresentar original e cópia dos seguintes documentos:

  • Documento de identificação válido e com foto (Carteira de identidade; Carteiras de Registro Profissional; Carteira de Trabalho ou Passaporte);
  • Certidão de Nascimento ou Casamento;
  • Comprovação de quitação eleitoral para os candidatos maiores de 18 anos: comprovante de votação da última eleição ou declaração de quitação com a Justiça Eleitoral (www.tse.jus.br/);
  • Certificado ou histórico escolar de conclusão do Ensino Médio;
  • Duas fotos 3×4 idênticas e recentes;
  • CPF – Cadastro de Pessoa Física, se não estiver na carteira de identidade;
  • Comprovante de residência;
  • Certificado de reservista ou de dispensa de corporação, para maiores de 18 anos do sexo masculino (Obs.: O candidato com idade igual ou superior a 45 (quarenta e cinco) anos completos está dispensado da apresentação do documento).
  • Declaração (de próprio punho) afirmando que, na condição de estudante, não ocupa, simultaneamente, no curso de graduação, outra vaga em\ instituição pública de ensino superior em todo o território nacional;
  • Atestado médico, com até 90 dias de expedição, afirmando estar em perfeitas condições de saúde física e apto à prática de atividades físicas sistemáticas.